Redes de educação se reúnem em Cabo Verde para discutir incidência política

A Campanha Nacional pelo Direito à Educação do Brasil inicia na próxima segunda-feira (29/10), na cidade de Praia, em Cabo Verde, atividade para discutir e preparar ações de incidência pelo direito à educação em países africanos de língua portuguesa.

A oficina integra o Programa de Cooperação Sul-Sul com Países Lusófonos (PCSS-Lusófonos), parceria entre a Campanha Brasileira e a OSF (Open Society Foundations). Em 2011, o Programa realizou diversas ações em conjunto com os países lusófonos africanos, entre elas uma rodada de visitas a Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Oficina

A oficina tem como objetivo debater como a sociedade civil organizada dos países lusófonos pode contribuir com a expansão e a melhoria da educação básica, por meio de ações de incidência política a serem desenvolvidas em 2013. Em todos os países participantes, o Programa Educação para Todos (EPT ou EFA, em inglês) se encerrará em 2015 sem ter alcançado as metas para educação estabelecidas no ano 2000, em Dakar.

De segunda-feira (29/10) a quinta-feira (1/11), serão destacados planos de ações a serem desenvolvidos pelas redes EPT de Moçambique, Guiné-Bissau, Brasil, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde e Angola. Além disso, a oficina apresentará iniciativas bem-sucedidas de incidência política de outros países, servindo de inspiração aos participantes.

A atividade acontecerá no hotel Oasis Atlântico Praiamar, tendo a Rede EPT de Cabo Verde como anfitriã. (Veja a programação completa clicando aqui).

Evento aberto ao público

Na sexta-feira (2/11), acontece o Colóquio “Educação e Cooperação Sul-Sul – Solidariedade e Participação Social em Rede”, em Assomada, no município de Santa Catarina, na Ilha de Santiago. O evento é aberto ao público e será realizado das 9h às 13h30 no auditório da Escola Técnica de Assomada.O objetivo é discutir os desafios para o desenvolvimento de programas de cooperação sul-sul solidários na área de educação. A atividade é uma promoção conjunta da Unilab (Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira), da Ação Educativa (ONG que atua em São Paulo, Brasil) e da Campanha Brasileira.

Delegação brasileira – Integram a delegação brasileira do PCSS: Daniel Cara e Mila Dezan, respectivamente, coordenador geral e assessora de projetos da Campanha Nacional pelo Direito à Educação; Amélia Bampi (Fundação Abrinq-SavetheChildren) e Salomão Ximenes (Ação Educativa), dirigentes da Campanha. A coordenadora de programas da OSF, TrinePetersen, também acompanhará as atividades.

Sobre o Programa – O PCSS-Lusófonos (Programa de Cooperação Sul-Sul com Países Lusófonos) é uma iniciativa da Campanha Nacional pelo Direito à Educação (Brasil) em parceria com a OSF (Open SocietyFoundations), com objetivo de fortalecer a atuação da sociedade civil dos países lusófonos na incidência política em defesa do direito à educação. Participam do PCCS-Lusófonos representações de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Informações à imprensa

No Brasil – Campanha Nacional pelo Direito à Educação do Brasil
Jéssica Moreira – assessoria de imprensa
Telefone/fax: +5511 3159-1243
Telemóvil: +5511 8793-7711
E-mail: jessica@campanhaeducacao.org.br

Em Cabo Verde – Rede Educação para Todos Cabo Verde
Abraão Borges – coordenador da Rede EPT Cabo Verde
Tel.: 238 2619668/ 238 9923380 / 238 5949687
Fonte: Campanha Nacional pelo Direito à Educação

Anúncios

Publicado em 25/10/2012, em Cabo Verde, UNILAB. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: